CAD/TQS - Software para o projeto de estruturas

CAD/TQS - Software para o projeto de estruturas
Software para o projeto de estruturas de concreto, alvenaria estrutural e pré-moldados.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Update V 18.6 - Atendimento aos requisitos da ABNT NBR 6118:2014, o principal texto normativo para o Engenheiro de Estruturas

Além de melhorias e ajustes comumente incorporados a cada nova versão dos Sistemas CAD/TQS, a Versão 18.6 conta com um destaque muito importante: o atendimento aos requisitos da recém-publicada ABNT NBR 6118:2014, a principal norma técnica brasileira relacionada ao projeto de estruturas de concreto.

ABNT NBR 6118:2014

O Projeto de Revisão da ABNT NBR 6118, submetido à Consulta Nacional em 2013, foi publicado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) em 29/04/2014, com validade iniciada em 29/05/2014.
Assim, desde esta data, esse novo texto normativo, denominado ABNT NBR 6118:2014, substitui integralmente a antiga ABNT NBR 6118:2003 (2007), passando a ser a única norma oficial de procedimentos a ser empregada pelos engenheiros estruturais nos seus projetos de estruturas de concreto.

TQS V18

Desde o lançamento da V18, ocorrido no final de 2013, os Sistemas CAD/TQS contemplavam a grande maioria dos itens da nova norma. Isto foi possível graças a um trabalho, iniciado ainda em 2012, que envolveu estudos, a participação efetiva e o acompanhamento do Projeto de Revisão da NBR 6118, cujo texto fora disponibilizado publicamente pela CE-02:124.15, comissão responsável pela elaboração da norma, em abril de 2012.
O grande objetivo desse adiantamento na introdução das prescrições da ABNT NBR 6118:2014 nos Sistemas CAD/TQS foi proporcionar uma transição mais suave aos usuários, com vistas ao atendimento dos novos requisitos, que nem sempre são de fácil compreensão e adaptação.

TQS V18.6 e a ABNT NBR 6118:2014

Com a publicação oficial da ABNT NBR 6118:2014, em 29/04/2014, o trabalho iniciado há anos atrás foi, então, finalizado.
A TQS, com a sua nova Versão 18.6, disponibiliza a todos os seus clientes, um sistema computacional atualizado, com recursos que permitem o pleno atendimento à nova norma que acaba de entrar em vigor.
Nos Sistemas CAD/TQS, o acionamento da ABNT NBR 6118:2014 é realizado na janela de dados do edifício, conforme ilustrado a seguir.

v186.001.png

ABNT NBR 6118:2014 – Principais Novidades

Dentre as principais novidades introduzidas na ABNT NBR 6118:2014, destacam-se:
concretos do grupo II de resistência: elementos com concretos de fck acima de 50 MPa, sobretudo os pilares, devem ser dimensionados com novas formulações que, perante às antigas fórmulas (ainda válidas para fck até 50 MPa), resultam em resistências com valores menores;
elementos em contato com o solo: novos requisitos de durabilidade exigem cobrimentos diferenciados nestes casos;
lajes em balanço e pilares muito esbeltos: nestes elementos, dependendo de suas dimensões, o cálculo deve ser realizado com a introdução de um ponderador adicional γn, resultando num dimensionamento mais a favor da segurança;
módulo de elasticidade do concreto: possibilidade de ajustar o valor do módulo Ec adotado no projeto de acordo com o tipo de agregado;
imperfeições geométricas globais: novos requisitos exigem alterações na comparação com o momento total na base gerado pelo vento, assim como na aplicação dos efeitos gerados pela imperfeição na estrutura;
pilares: definição de novas envoltórias de momento mínimo de 1ª ordem alteram o dimensionamento de pilares, em situações onde o M1d,mín é preponderante;
pilares-parede: o dimensionamento pelo processo aproximado com faixas foi ajustado, resultando numa diminuição da armadura necessária para resistir os efeitos localizados de 2ª ordem;
vigas: alteração no dimensionamento da armadura lateral em vigas-chatas e novos requisitos para avaliação da dutilidade;
lajes: refinamento no dimensionamento da armadura contra o colapso progressivo;
fundações: alterações no detalhamento da armadura principal e no dimensionamento da armadura de suspensão em blocos sobre estacas.
Os Sistemas CAD/TQS V18 estão preparados para atender todas essas novidades. Para maiores detalhes, acesse http://www.tqs.com.br/v18/destaques/nbr6118.

TQS V18.6 – ABNT NBR 6118:2014

Para os clientes que já adquiriram a versão V18 (V18.2 a V18.5), a Versão 18.6 contém as seguintes alterações adicionais no que se refere à nova norma:
‒ Verificação de θ1máx = 1/200 no cálculo das imperfeições geométricas globais.





v186.002.png
‒ Novo critério do Pórtico-TQS® que possibilita a definição do módulo de elasticidade do pórtico espacial igual ao valor secante (Ecs) majorado em 10 %.


v186.003.png
‒ Novo critério que permite reduzir o espaçamento de estribos em pilares com concreto de alta resistência.

v186.004.png
‒ A norma “NBR-6118-2014” passa a ser o valor de referência na comparação realizada pelo Gerenciador de Critérios.

v186.005.png
‒ Uniformização geral da nomenclatura “ABNT NBR 6118” nas mensagens de aviso, helps etc.

TQS V18.6 – Outras Novidades

Modelador Estrutural

‒ A consistência de dados foi reordenada, de tal modo que a mensagem que indica a existência de vigas em apoio circular seja apresentada no início da lista. As vigas que formam o apoio circular passam a ser indicadas graficamente.

v186.006.png
‒ O comando de entrada de poligonais do editor básico agora permite na opção , facilitando a definição de furos circulares em lajes no Modelador, através da localização de círculos em um desenho de referência.

Ferro Inteligente

‒ Melhoria na associação de um ferro a faixa de múltiplas posições.
‒ Acertada a representação de dobras quando critério "Comprimento horizontal de ferro reto" está desligado.

CAD/Vigas

‒ Melhoria na posição dos textos da armadura transversal em vigas com estribos de 4 e 6 ramos.

CAD/Lajes

‒ Na planta de fabricação de vigotas, a cotagem da vigota passou a ser feita mesmo quando não há armadura adicional.

CAD/Fundações

‒ Dimensionamento de sapatas flexíveis.

v186.008.png
‒ O cálculo dos esforços solicitantes em sapatas flexíveis pode ser feito por três métodos (retangular, triangular ou trapezoidal).

v186.009.png
‒ Introdução de verificações de punção, completando a análise de sapatas flexíveis.
‒ Introdução da verificação de fendilhamento em sapatas rígidas de acordo com o processo proposto pelo Prof. Fusco (1994) e conforme exigido pelo item 22.6.3 da ABNT NBR 6118:2014.

v186.007.png
‒ Novo critério para concentrar a distribuição de armaduras sob o pilar, em sapatas retangulares.
‒ Reclassificação de mensagens de erros em blocos sobre estacas.